fbpx
MARKETING DIGITAL

EM TEMPOS DE CORONAVÍRUS, PRECISAMOS SOBREVIVER!

em-tempos-de-coronavirus-precisamos-sobreviver

O mundo parou!

A epidemia de coronavírus já infectou milhões pessoas, milhares já morreram e já se espalhou por todo o globo, abalou os mercados e interrompeu os negócios de algumas das maiores corporações do mundo, imagina o impacto para os microempreendedores!

Os pequenos negócios empresariais são os que mais sofrem, formados pelas micro e pequenas empresas (MPE) e pelos microempreendedores individuais (MEI). De acordo com o Sebrae, no Brasil existem 6,4 milhões de estabelecimentos. Desse total, 99% são micro e pequenas empresas (MPE). As MPEs respondem por 52% dos empregos com carteira assinada no setor privado (16,1 milhões).

Esses negócios incluem mercadinhos, livrarias, barbearias, bares, restaurantes e cafés – todos os lugares que são essenciais para uma sociedade urbana vibrante e uma enorme fonte de emprego, diz Steven Lee Myers, correspondente do New York Times News. Na China, a maioria deles tiveram de fechar suas portas pelo isolamento social proposto pelo Governo, prejudicados não apenas por uma queda impressionante no número de clientes, mas também pela dificuldade de adquirir insumos. Inclusive aqueles que oferecem o serviço de delivery. As entregas de alimentos também caíram porque os clientes parecem não querer qualquer contato com estranhos que circulam por aí, e qual tipo de cuidado têm tomado para se prevenir, conclui.

Situações limite também despertam o lado mais primitivo do ser humano, no esforço de garantir a própria existência, mal conseguimos explicar atitudes mais egoístas ou pequenos atos de empatia… É hora de nos unirmos, mesmo que à distância! Todos estamos perdendo! Todos estamos no mesmo barco!

É sabido que já sofremos grandes pandemias, e até piores que essa, porém é a primeira vez com uma população ultraconectada. E neste momento em que todos estão em isolamento social, e consumindo mais internet, trago duas dicas para a rede social do seu negócio:

  • Foque no CONTEÚDO: como você pode ajudar alguém neste momento, dê dicas, fale do desafio que inclusive você está tendo nessa fase, pessoas consomem de pessoas! Vejo uma oportunidade de restaurarmos a humanidade e a empatia em tempos de individualismo! Muitas pessoas se mostram dispostas a compartilhar conhecimento, informação e atividades para que todos passem pela crise da melhor forma.
  • RECONHECIMENTO de MARCA: trace estratégias para alcançar pessoas com maior probabilidade de se interessarem no seu produto ou serviço. Pois quando tudo isso passar, você será lembrado e aí sim as pessoas comprarão de você! Dentro do Gerenciador de Negócios, podemos criar uma campanha exatamente com este objetivo, e a entrega será feita dentro do público que você precisa, alinhado com a sua persona.

Em busca de conteúdo edificante, tentando elaborar em minha cabeça, tudo isso que está acontecendo, ou mesmo ajudar outros empreendedores que têm a mesma dor que eu, me deparo com a fala de Suellen Berger que fez muito sentido pra mim:

“Não é momento para lucrar, e sim de sobreviver!”

A rede é uma fonte preciosa de informações, inclusive de se desconectar um pouco da realidade! Já são 4 longos meses e ainda pouco sabemos como isso nos afetará, mas uma coisa é certo: nada mais será o mesmo depois da pandemia. Incluindo nós mesmos e a forma como nos relacionamos com as pessoas, com nossos negócios e com as marcas que consumimos!

That’s all folks! E continuem em casa! 😉

Fontes: sebraeuolbbcexamenew york times

Mayka Schneider
Chief Marketing Officer na Fatto Entretenimento
Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem
0 Comentários
Compartilhe

Mayka Schneider

Estratégia & SocialMedia

Responder seu comentário

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados.*